Como obter os princípios activos das plantas

Infusão

Consiste em verter água a ferver sobre a planta medicinal e tapa-se o recipiente para não se perderem as essências voláteis. Por fim, deixar em repouso durante 10min.

É ideal para  uso das partes delicadas de uma planta: folhas, flores e caules tenros.

Modo de Preparação:

  • Colocar as partes da planta num recipiente que resista a temperaturas elevadas. Se as partes da planta ficarem soltas no recipiente, deve filtrar no final;
  • Verter a água a ferver sobre a planta, na proporção adequada, deixar repousar durante 10 a 15min;
  • Filtrar a infusão e se for necessário adoçar, de preferência, usar mel;
  • Colocar o resto da infusão no frigorífico para outras ocasiões. A infusão deve ser consumida no prazo de 24h. Pode ser aquecida novamente sem chegar à fervura

Decocção

Consiste na cozedura da planta. Junta-se tanto a planta como a água num recipiente e deixa-se ferver durante 15 a 30min.

Esta técnica é ideal para as partes duras da planta: raízes, cascas, sementes, etc.

 

Modo de Preparação:

  • Picar as partes da planta e deixá-las em água durante a noite antes de proceder à decocção (preferencial);
  • Colocar as partes da planta e a proporção adequada de água;
  • Deixar ferver durante 15min em lume brando;
  • Deixar repousar durante alguns minutos;
  • Filtrar a decocção;

Principios activos das plantas

 

Maceração

Consiste em pôr a planta em água fria durante 10 a 24h. Deve-se triturar bem a planta para um melhor aproveitamento das suas propriedades.

Pode ser preparada com água, azeite, ácool e vinho/vinagre.

Esta técnica está indicada para plantas cujos princípios activos sejam destruídos com mais facilidade evitando assim que os minerais e vitaminas se percam.

 

Modo de Preparação:

  • Colocar as partes da planta e a proporção adequada da água, à temperatura ambiente. O recipiente não deve deixar passar a luz;
  • Deixar repousar num lugar fresco ao abrigo da luz. Mexer de vez em quando;
  • Se a maceração for feita usando água, não deve ficar muito tempo (para não fermentar, nem dar origem a bolores). Para maceração de plantas tenras, bastam 12h de repouso, no caso de plantas mais duras como sementes, raízes e cascas, o tempo de repouso deve ser de 24h;
  • Filtrar com o coador e , se quiser, pode amornar suavemente antes de tomar;
  • Conserve no frigorífico. Se a maceração for feita em azeite ou álcool, conserva-se até um mês.

 

Tintura

Consiste em armazenar plantas frescas ou secas em álcool. No fundo é um ácool impregnado de princípio activo.

Depois de filtradas conservam as propriedades por muito tempo (aconselhamos um ano).

Podem ser usadas puras ou diluídas, interna ou externamente e devem ser conservadas em recipientes fechados, a abrigo da luz e do calor.

Modo de Preparação:

  • Começar por macerar as partes da planta;
  • Quantidades – uma parte da planta para cinco de álcool;
  • Deixar repousar durante 30 dias;
  • Filtrar o preparado e guardar o líquido num recipiente fechado num local fresco.

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.