Chorume de urtigas

Fazer os seus próprios “fito-fármacos” biológicos só traz vantagens. Estas soluções naturais são amigas do ambiente, não contaminam os seus alimentos, são uma boa forma de poupar dinheiro e ainda mantêm um bom nível de eficiência (mesmo comparando com produtos convencionais).

O chorume de urtigas há muito que é utilizado e é muito eficaz como adubo (devido aos elevados níveis de enxofre, magnésio e ferro) e controlador de pragas e doenças. Por ser rico em azoto, é um bom activador de compostagem. Contra ácaros e pulgões age como um insecticida natural ou repelente muito eficiente.

 

Urtigas

 

Aplicações:

  1. Inseticida – Para os pulgões (piolho), deixar macerar apenas 12 horas e aplicar puro sobre as plantas atacadas.
  2. Germinação das sementes – Mergulhe as semente por 30 minutos em chorume puro ou por 12 horas se for em chorume diluído a 20%.
  • Estimulante foliar – Diluído a 10% – 1L de chorume para 10L de água.
  • Estimulante do solo e raízes – Diluído a 20% – 2L de chorume para 10L de água.
  • Oídio do tomateiro -Para prevenir ataques utilizar preventivamente chorume de urtigas.

 

Ingredientes:

  • 1kg de urtigas frescas (sem flor)
  • 10L de água

 

Como fazer chorume de urtigas

 

Coloque as urtigas e a água num recipiente bem grande e que possa ser tapado. Este recipiente deverá ser de madeira ou de plástico, nunca de metal. Guarde num local fresco e à sombra.

O processo de fermentação inicia-se quando começar a ver bolhas à superfície. Com o passar dos dias o processo intensifica-se e deve cheirar mal – o que será um bom sinal. Quando parar de borbulhar está pronto, deve coar e não deixar quaisquer resíduos no líquido final.

Guarde o líquido num local fresco e escuro. O seu chorume terá um prazo de validade de, aproximadamente, 1 ano.

Os restos das urtigas poderá usá-las no seu composto.

 

Leia também:

Combata a caspa e a queda do cabelo com urtigas!

Saiba mais sobre plantas úteis em agricultura biológica!

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.