Propriedades e indicações terapêuticas - Sabugueiro

Planta do género Sambucus, pertencente à família das Caprifoliaceae. Originário do norte de África, Ásia e Europa. É cultivado no Rio Grande do Sul (Brasil).

O sabugueiro sempre esteve relacionaco com lendas e superstições. Antigamente e em diversas culturas encontrava-se relacionado ao feminino e às bruxas. A sua ligação directa com o feminino, com as fadas e com as deusas fizeram com que este arbusto seja chamado de “a árvore das bruxas”.

 

Os antigos chegavam a dizer que dentro de cada sabugueiro morava uma curandeira que tinha sido morta na inquisição de forma injusta.

 

Esta planta prefere solos húmidos, sendo bastante útil junto de depósitos de compostos de materiais difíceis de drenar. Também auxilia a fermentação desse material fertilizante.

 

Os sabugueiros mesmo que cortados pela base regeneram novamente.

 

Este poderoso patriarca do mundo vegetal produz húmus muito fino à volta das suas raízes. Onde este cresce, nenhuma herbácea existe.

As suas folhas, quando colocadas nas tocas de toupeiras, actuam como repelentes – isto porque o seu gosto e odor é desagradável para certos animais. Já os ramos esmagados são eficazes contra a larva da mosca varejeira.

Após as sementeiras, pode espalhar-se folhas sobre a terra de cultivo, assim ajudará a proteger as sementes dos predadores.

 

As suas flores são comestíveis. Normalmente é usado em gastronomia nomeadamente em doçarias.

Pode ser usado como tintura de tecidos e no fabrico de vinhos.

Actua como repelente de determinados insectos.

As tisanas feitas a partir da sua casca, folhas e flores é vulgarmente recomendada em casos de tosse, gripes, contipações.

 

Leia também: Receita de flores de sabugueiro fritas

 

Propriedades e indicações terapêuticas - Sabugueiro

 

Propriedades e Indicações Terapêuticas:

  • partes utilizadas: folhas, bagas, flores e casca do tronco
  • rico em vit. B – bagas
  • gripes
  • constipações
  • anginas
  • febres
  • tosse
  • bronquites
  • dores de dentes
  • dores de ouvidos
  • dores de cabeça
  • laringites e problemas de garganta
  • reumatismo – tisana de raízes, cascas e folhas
  • sarampo
  • varíola
  • escarlatina
  • rbéola
  • elimina o ácido úrico
  • purificante sanguíneo
  • cálculos renais
  • limpeza dos rins
  • diarréia – mastigar 10 bagas por dia
  • diurético – tisana de raízes, cascas e folhas
  • sudorífero – chá das flores com sumo de limão
  • repelente
  • queimaduras – folhas amassadas no local afectado
  • sistema nervoso

 

Uso Interno:

Preparação de Tisana de Sabugueiro – Numa chávena de água a ferver deite uma colher de sopa de flores secas (ou cascas, raízes, folhas). Deixe em repouso durante 10 a 15min. Coe. Beba somente uma chávena por dia.

 

Contra-Indicações:

O uso prolongado de tisanas feitas a partir da casca e das folhas provoca vómitos e problemas de estômago.

Propriedades e indicações terapêuticas - Sabugueiro

Save

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.