Propriedades e indicações terapêuticas - Amoras Silvestres

As amoras silvestres são frutos que crescem num arbusto da família Rosaceae, vulgarmente conhecido por silvas.

Pensa-se que são originárias da Ásia e da Europa.

Esta planta é composta por caules curvos muito longos, com espinhos. Multiplica-se através de reprodução assexuada. Quando os caules tocam no chão acabam por ganhar raízes laterais dando assim origem a um novo pé de silva. Por este motivo é considerada uma espécie invasora.

O seu ponto de maturação realiza-se entre Agosto e Setembro (consoante o hemisfério). As amoras começam por ser vermelhas e depois negras.

 

Benefícios das amoras silvestres

 

Esta planta é bastante resistente e costuma ser uma das primeiras plantas a colonizar terrenos baldios sendo que tolera solos muito pobres.

Certas amoreiras silvestres podem crescer até 1500m de altitude.

As bagas das amoreiras silvestres são muito apreciadas por aves de capoeira e suínos.

As folhas ajudam os cavalos a verem-se livres de parasitas como as lombrigas.

Este arbusto, quando apoiado em árvores, criam uma vindima mais difícil mas protegem-nas de doenças causadas por fungos.

Este fruto pode ser consumido fresco e usado em saladas ou sobremesas. Também pode ser consumido em forma de compota ou geléia.

 

Gelado de amoras silvestres

 

Ao escolher amoras deve ter em atenção a sua cor e aroma. Estes devem ser brilhantes e intensos. No caso de comprar amoras certifique-se que estas estão bem maduras caso contrário não irão amadurecer mais.

 

Propriedades e Indicações Terapêuticas:

  • Vitaminas: A, B1, B2, C, E
  • Rica em fibras
  • Ácido fólico
  • Cálcio, Ferro, Fósforo, Potássio, Magnésio, Zinco, Cobre, Manganésio, etc.
  • Baixo valor calórico
  • Anti-Oxidantes, neutralizam a acção dos radicais livres
  • Anti-Bacteriano – inibe proliferação de fungos
  • Revitalizantes – pele
  • Diuréticas
  • Diarréia
  • Digestão
  • Infecções
  • Arteriosclerose
  • Osteoporose – possui 22 vezes mais cálcio que o leite
  • Visão – melhoram e previnem a degeneração da vista
  • Circulação sanguínea – fortificam o sangue
  • Sistema nervoso
  • Dores de cabeça
  • Colesterol – ajudam a reduzir altos teores de colesterol no sangue
  • Aumentam as defesas contra o frio
  • Ajudam a regular o transito intestinal
  • Ajudam a reduzir o aparecimento de doenças degenerativas
  • Obesidade – ajuda a inibir a acumulação de gordura no organismo
  • Diabetes
  • Hipertensão – ajuda a normalizar
  • Menopausa – ajuda na regulação das hormonas
  • Calvice – revitaliza a circulação no couro cabeludo e ajuda a inibir a queda de cabelo
  • Problemas renais
  • Problemas de fígado

 

Benefícios das amoras silvestres

 

Uso Interno:

Chá de folhas de amora – 2 colheres de sopa de folhas de amora secas num litro de água a ferver. Deixe arrefecer, coe e beba sem adoçar.

 

Uso Externo:

Folhas de amora fervidas aplicadas sobre a testa ajuda a combater as dores de cabeça.

Save

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.

  • maria graça fortes

    Por favor, o chá feito com as folhas verdes, retiradas da planta no momento não tem as mesmas propriedades terapêuticas ?
    Há arbustos e há plantas. As folhas de uns e outros não possuem as mesmas propriedades?
    Grata pela atenção
    Deus a abençoe

    • A Senhora do Monte

      Olá maria :) Não temos qualquer informação sobre esse assunto. Mantenha a receita original e depois partilhe a sua experiência :) Obrigada por nos acompanhar.