Arrufadas de Coimbra

Este doce tradicional da região de Coimbra trata-se de bolas de massa enfeitadas com um bolinho da mesma massa fazendo o formato de uma coroa.

Estes bolinhos, por não conterem nem aditivos nem conservantes, são os doces de eleição que os locais costumam oferecer quando visitam alguém doente.

Apesar de ser um bolo seco, a leveza da sua massa deve-se à dupla fermentação que este sofre ao ser confeccionado.

Este “pão doce” ou “bolo lêvedo” estará associado ao Convento de Sant`Ana, apesar de também ser referido nos livros de receitas do Convento de Santa Clara-a-Velha.

 

“No sábado de Aleluia, o Largo de Sansão enche-se de vendedeiras ambulantes que colocam em linha seus tabuleiros carregados de arrufadas para a Páscoa.”

Desde o início e até meados do século XX, as vendedeiras de Arrufadas eram presença constante em determinadas ruas da cidade de Coimbra.
Uma tese de mestrado em Engenharia Alimentar defendida em 2010 concluiu que esta especialidade conventual de Coimbra poderá ser valorizada através da qualificação como Indicação Geográfica Protegida, pela sua ligação à história da cidade e à área geográfica.

 

Ingredientes:

  • 2kg de farinha de trigo
  • 500g de açúcar
  • 200g de manteiga
  • 50g de fermento de padeiro
  • 10 ovos inteiros
  • leite

 

Confecção das Arrufadas de Coimbra

 

Num alguidar comece por amassar a farinha juntamente com os ovos e o fermento, desfeitos num pouquinho de água morna.

Para que a massa fique mais maleável poderá juntar um pouco de leite morno.

A seguir junte a manteiga derretida e continue a massar até que a massa se desprenda das mãos e das paredes do alguidar.

Tape o alguidar com um pano e deixe a levedar durante uma noite.

No dia seguinte forme as pequenas bolas de 4cm de diâmetro e deixe-as a levedar novamente até que estas dobrem o seu volume.

Por fim, ponha as arrufadas em tabuleiros, pincele-as com gema de ovo e coza-as em forno bem quente.

 

Receita de Arrufadas

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.