Propriedades e indicações terapêuticas - Orégãos

Os orégãos pertencem à família Lamiaceae e à espécie Origanum vulgare L.. Trata-se de uma planta aromática e perene muito utilizada na cozinha mediterrânica.

Esta planta vivaz possui caules erectos que podem atingir os 60 cm de altura. As suas folhas são pequenas e verdes e as suas flores de cor rosa púrpura.

São oriundos do Médio Oriente e foram introduzido na Europa no século XVI.

O seu habitat difunde-se por toda a Europa, em terrenos de altitude média, soalheiros, secos e pedregosos.

As folhas secas de orégãos são bastante conhecidas pelo sabor característico que dão a certos pratos culinários como pizas, sopas, etc.

O seu nome significa “alegria da montanha” e deriva das palavras gregas “oros” que significa montanha e”ganos” – alegria.

Os orégãos são bastante usados desde os tempos antigos tanto pelos gregos como pelos romanos. Estes consideravam-no um símbolo de alegria e felicidade. Por este motivo, era tradição fazerem coroas de orégãos para serem usadas, em casamentos, pelos noivos.

 

Benefícios dos orégãos

 

Propriedades e indicações terapêuticas

  • partes utilizadas – sumidades floridas
  • ricos em vitaminas A, C e K
  • ricos em ferro, cálcio, magnésio, manganês, fibras e ômega 3
  • anti-bacteriano – devido ao timol e ao carvacrol, substâncias presentes na sua composição
  • sedativos
  • anti-espasmódicos
  • anti-caspa
  • carminativos
  • diuréticos
  • anti-reumáticas
  • expectorante
  • dores musculares
  • torcicolos
  • dispepsia
  • cólicas
  • flatulência
  • tosse convulsa
  • tosse seca
  • laringites
  • baixam o colesterol
  • previnem o cancro do cólon

 

Leia também: Benefícios e tratamentos caseiros com óleo de orégãos

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.