Saiba quais os nutrientes que fazem falta às suas plantas - Macronutrientes

Está com problemas com as suas plantas? Este artigo é para si!

As plantas necessitam de água para crescerem e se desenvolverem, mas também precisam certos nutrientes  macronutrientes.

Quando uma planta apresenta alguma deficiência pode ser devido à água disponível, à luz solar, ao CO2, mas normalmente deve-se à falta ou excesso de um ou mais elementos minerais obtidos do solo.

Quando a deficiência se deve à falta de nutrientes podemos resolver a situação facilmente através da aplicação de fertilizantes.

Leia também: Adubo orgânico feito de cascas de banana

 

Saiba quais os nutrientes que fazem falta às suas plantas - Macronutrientes

 

Macronutrientes

Os macronutrientes são os elementos básicos necessários em maior quantidade às plantas.

São:

  • Oxigénio, Carbono e Hidrogénio – retirados do ar e da água
  • Nitrogénio, Fósforo, Potássio, Cálcio, Magnésio e Enxofre – retirados do solo

 

Nitrogénio (N)

Este macronutriente é essencial para a formação das proteínas, substâncias que fazem parte dos tecidos vegetais. As proteínas são indispensáveis à vida das plantas e dos animais.

O nitrogénio faz parte, ainda, de compostos do metabolismo, como a clorofila e os alcalóides, bem como as enzimas e vitaminas.

 

Deficiência de nitrogénio

 

Por exemplo na planta de tabaco, o nitrogénio é essencial para o crescimento das plantas e folhas, sendo importante no processo de fotossíntese – contribuindo directamente na produção. O nitrogénio é o nutriente mais importante e o elemento que mais influencia o desenvolvimento da planta de tabaco.

Fósforo (P)

O fósforo interage nos processos respiratórios e na produção de energia.

É um elemento importante na divisão celular, intensificando-a. Dá força e rigidez aos caules dos cereais, aumenta a frutificação,  facilita a floração, confere resistência às plantas contra as pragas e moléstias, acelera a maturação (encurta a fase vegetativa), contribui para o desenvolvimento do sistema radicular e para a saúde geral da planta.

 

Deficiência de fósforo

 

Este nutriente participa activamente em grande parte das reações bioquímicas da fotossíntese, respiração, síntese de proteínas e glícidos, actuando no equilíbrio entre o amido e os açúcares.

O fósforo actua como fator de qualidade e quantidade das colheitas, isto é, contribui para uma produção maior e melhor.

 

Potássio (K)

O potássio tem uma importante função na síntese e translocação de açúcares e de amido.

Este macronutriente é indispensável para a formação e o amadurecimento dos frutos, aumenta a rigidez dos tecidos e a resistência das plantas às pragas e moléstias e favorece o desenvolvimento do sistema radicular.

Este mineral também melhora a conversão de energia luminosa em energia química, em condições de baixa luminosidade.

 

Deficiência de potássio

 

O potássio deve ser fornecido numa relação adequada juntamente com o nitrogénio para garantir um perfeito equilíbrio entre o crescimento, produção e qualidade.

O potássio ajuda a diminuir os danos causados pelas geadas, promove a formação de proteínas  e aumenta a tolerância a doenças fúngicas.

Tem sido reconhecido que níveis de potássio no solo podem influenciar a formação de proteínas no interior da planta. As plantas deficientes em potássio não sintetizam normalmente as proteínas.

Cálcio (Ca)

O cálcio promove a redução da acidez do solo, melhora o crescimento das raízes, aumento da atividade microbiana.

O cálcio é indispensável para manter a estrutura e o funcionamento normal das membranas. Actua na neutralização dos ácidos orgânicos (formação de sais), regula o pH celular e a pressão osmótica.

 

Deficiência de cálcio

 

O cálcio reduz a acidez do solo, diminuindo a toxicidade do Cobre (Cu), do Alumínio (Al), e do Manganês (Mn) – as plantas que apresentam altos teores de cálcio resistem melhor a toxicidade destes elementos.

Por exemplo, as folhas enroladas no milho são sintomas de deficiência de cálcio.

 

Magnésio (Mg)

O magnésio entra na composição da clorofila , da protoclorofila, da pectina e fitina. Por ser um componente da clorofila tem grande importância na fotossíntese e também no metabolismo dos hidratos de carbono.

A deficiência deste macronutriente normalmente aparece com um amarelecimento entre as nervuras das folhas mais velhas.

 

Deficiência de magnésio

 

Enxofre (S)

O enxofre contido na atmosfera é uma das maiores fontes deste nutriente.

As deficiência de enxofre são parecidas com as do nitrogénio – folhas amarelo-pálido.

 

Deficiência de enxofre

 

O enxofre faz parte das proteínas e é absorvido em grandes quantidades. Desempenha funções importantes na actividade respiratória e compostos redox. Favorece a formação de cloroplastos que são fundamentais no metabolismo dos lípidos.

 

Sinais de deficiências nutricionais nas plantas:

 

Saiba quais os nutrientes que fazem falta às suas plantas - Macronutrientes

 

 

 

Save

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.