Superstições populares relacionadas com os meses do ano

Sabia que existem superstições populares relacionadas com os meses do ano?

Tradicionalmente, uma das superstições mais temidas pelas pessoas é o mau-olhado. Este provoca uma série de malefícios, azares e sintomas conhecidos como o quebranto.

Segundo os antigos, o quebranto provoca sonolência, falta de apetite, perda de cabelo, vómitos, olhos lacrimejantes, perda de vivacidade, etc. Estes sintomas somente podem ser tratados através de uma reza.

Existem variadas crenças populares como:

  • morcegos, cobras, corvos, borboletas pretas e mariposas são considerados animais “peçonhentos” que representam mau agouro, pois acredita-se que foram criados pelo diabo;
  • não se deve contar estrelas pois pode causar o nascimento de verrugas (cravos) na pele;
  • não se deve brincar com a própria sombra pois pode  causar o aparecimento de alguma doença, etc.

Para cada um dos meses do ano, existem também certas superstições e crenças relativas às colheitas.

 

Meses do ano e suas superstições

Janeiro

Nunca leve para casa as flores conhecidas por campânulas brancas, especialmente se tiver alguém doente no seu lar. Estas flores são tidas como um presságio de morte.

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem trovões haverá abundância de água, fertilidade de frutos, ventos fortes, esterilidade nos campos e mortes de gado nas zonas onde se ouvirem esses trovões.

 

Superstições populares relacionadas com os meses do ano

 

Provérbios:

Em Janeiro, sobe ao outeiro: se vires verdejar, põe-te a chorar; se vires terrear (terra sem vegetação) põe-te a cantar

Em Janeiro, pasta a lebre no lameiro e o coelho à beira do regueiro

 

Fevereiro

Não se deve oferecer uma ou duas flores – pois provoca mau agouro para quem as recebe. Somente ofereça ramos abundantes.

Os agricultores acreditam que se neste mês ouvirem os primeiros trovões do ano, haverá muita geada e pouca fruta nos locais onde se ouvirem esses trovões.

Provérbios:

Fevereiro chuvoso faz o ano formoso

Em Fevereiro, ergue-se o centeio, a aveia enche o celeiro e a perdiz afaz-se ao poleiro

 

Março

Somente se deve colher um ramo de narcisos amarelos e nunca uma flor isolada. Se levar um narciso amarelo para casa poderá sofrer algum infurtúnio brevemente.

Quem encontrar o primeiro narciso amarelo na Primavera terá abundância de dinheiro no resto do ano.

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano, haverá muito vento e abundância de trigo e milho.

 

Superstições populares relacionadas com os meses do ano

 

Provérbios:

“Março marceja (chuva miudinha), pela manhã chove a à tarde calmeja”

“Março pardo, antes enxuto que molhado”

 

Abril

As flores conhecidas por margaridas são tidas como um presságio das condições meteorológicas. Quando as suas pétalas se fecham está para breve mau tempo.

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano haverá abundância de vinho, gados e trigo nos lugares em que os trovões se ouvirem.

Provérbios:

“Abril frio, muito pão e pouco vinho”

“Abril, tempo de cuco, de manhã molhado e à tarde enxuto”

 

Maio

Acredita-se que partir ou danificar lírios  pode ameaçar a pureza dos membros do sexo feminino da família.

Se se ouvirem os primeiros trovões neste mês significa que haverá falta de aves e abundância de águas, pão e legumes nos locais em que sejam ouvidos.

 

Superstições populares relacionadas com os meses do ano

 

Provérbios:

“Maio que não dê trovoada, não dá coisa estimada”

“Maio frio, Junho quente, torna o lavrador valente”

“Maio sem trovão é como caldo sem feijão”

 

Junho

Há quem acredite que se as pétalas de uma rosa caírem quando uma pessoa a tem na mão (ficando apenas a haste) é um agouro de que essa pessoa morrerá em breve.

Desde a antiguidade que se crê que esta flor podia proteger os mortos contra os espíritos malignos por isso era utilizada para decorar sepulturas.

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano significam abundância de pão e peixe porém falta de frutas e cheias nos rios.

Provérbios:

“Em Junho ceifa o teu trigo e debulha-o e, quando o vento vier soprando, vai-o limpando”

“Junho chuvoso, ano perigoso”

“Em dia de S. Pedro (29) vê o teu olivedo, e se vires um bago, espera um cento”

 

Julho

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano significa carência de pão, e abundância de frutos onde eles se ouvirem.

 

Superstições populares relacionadas com os meses do ano

 

Provérbios:

“Aí por Santa Marinha (dia 18), visita a tua vinha: tal a achares, tal será a vindima”

“Julho é o mês das colheitas, Agosto o mês das festas”

“Em Julho quente, seco e ventoso, trabalha sem repouso”

 

Agosto

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano, significam mortandade de peixes no mar e nos animais quadrúpedes.

Provérbios:

“Agosto nos farta, Agosto nos mata”

“Em dia de S. Lourenço (10), vai à vinha e enche o lenço”

“Em Agosto ardem os montes e secam as fontes”

 

Setembro

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano, denotam ser o princípio do ano seco, e no fim húmido.

Provérbios:

“Em Setembro, cara de poucos amigos e manhãs de figos”

“Lua Nova setembrina, sete luas determina”

“Lua Nova de Setembro travejada, trinta dias é molhada”

 

Outubro

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano, haverá tempestades de vento, pouca fruta e pouca vindima, nos lugares em que se ouvirem esses trovões.

Provérbios:

“Outubro seca as fontes ou leva açudes e pontes”

“Outubro quente traz o diabo no ventre”

“Em Outubro não vás ao mar para pescar, mas vai ao celeiro e abre o mealheiro”

“Em Outubro, vaca para o palheiro e porco para o outeiro”

 

Novembro

Existe uma superstição de que se colocar uma única pétala de um crisântemo no fundo de uma taça de vinho irá trazer uma vida longa e saudável.

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano, significa que haverá abundância de trigo, andará bom o tempo e choverá com proveito. Já as frutas irão cair das árvores antes do tempo.

 

Superstições populares relacionadas com os meses do ano

 

Provérbios:

“Em Novembro põe tudo a secar, pode o Sol não voltar”

“Em Novembro, e no mês do Advento, racham as fragas com a água e com o vento”

“Em dia de São Martinho (11), lume, castanhas e vinho”

 

Dezembro

O azevinho é conhecido por ser uma das plantas típicas de Dezembro. O verde permanente das suas folhas representa a vida eterna, as bagas vermelhas são símbolo da crucificação e os seus espinhos tornam-no ideal para afugentar os espíritos malignos. Acredita-se que as folhas espinhosas dão sorte aos homens e a variedade lisa dá sorte às mulheres.

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano estes significam boa saúde e um bom ano, para quem os ouvir.

Provérbios:

“Natal à Sexta-feira, onde puderes semeia”

“Dezembro quer lenha na lareira e vinho a andar na cafeteira”

“Dezembro molhado, Janeiro geado”

 

Superstições populares relacionadas com os meses do ano

 

Se é supersticioso/a, leia também:

Sabe como os avós combatiam os males de inveja, agouro e mau olhado?

Aprenda a tirar o quebranto

Responso de Santo António

Remédios caseiros dos nossos avós que realmente resultam

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.