Espada de São Jorge - Aprenda a cuidar e a manter esta planta protectora

A planta ornamental Espada de São Jorge é bastante conhecida pelo seu forte poder de protecção.

Os antigos acreditavam que esta ajudava a afastar a inveja, mau olhado e as energias indesejáveis, ao mesmo tempo que atrai sorte e protecção para o seu lar!

As suas folhas assemelham-se a espadas que, diz-se, terem o poder de proteger os moradores daquela casa contra as energias indesejáveis e todos aqueles que desejem o seu mal. Usada à porta de lojas ou escritórios atrai prosperidade, abundância e dinheiro.

 

Acredita-se que ter um vaso com a Espada de São Jorge à porta de casa protege os seus habitantes contra quem falar mal de si, ajudando também a trazer de volta a motivação e a garra para lutar, no caso de pessoas que se encontram desanimadas ou desencorajadas. Também ajuda a acabar com as discussões em casa e dissipar a energia negativa ou pesada, própria de ambientes onde surgem muitos conflitos.

 

Espada de São Jorge - Aprenda a cuidar e a manter esta planta protectora

 

De origem africana (Sansevieria trifasciata ou Sansevieria zeylanica) é cada vez mais frequente encontrar esta planta verde, de folhas compridas e pontiagudas, em canteiros à porta de estabelecimentos comerciais e de residências particulares.

Esta planta é também conhecida pelos nomes populares: Língua da sogra, Lança de São Jorge, Espada de Santa Bárbara, Rabo de lagarto, Bamboo da sorte ou Sanseviéria.

 

 

Espada de São Jorge - Aprenda a cuidar e a manter esta planta protectora

 

Esta é possivelmente uma das plantas mais resistentes capazes de suportar qualquer ambiente. Ou seja, dificilmente conseguirá matar esta planta a menos que a regue em demasia ou que nunca lhe dê água de todo.

A Espada de São Jorge é também de fácil cultivo e é ideal para quem deseja ter contacto com a natureza no interior do seu lar.

Para terminar, para além de trazer cor e charme ao ambiente, esta planta também está presente na lista das plantas purificadoras do ar. A Espada de São Jorge produz oxigénio durante a noite e possui a capacidade de absorver benzenos, formaldeídos ( um dos poluentes mais comuns encontrados no ar), tricloroetilenos, xilenos e toluenos.

 

Espada de São Jorge

Tipos de plantas

Apesar de existirem 3 espécies diferentes desta planta, devido à sua aparência tão semelhante, acabou por se atribuir a todas o nome de Espada de São Jorge.

Diz-se que a “verdadeira” Espada de São Jorge é a variedade de folhas completamente verdes, com pequenas manchas em tons diferentes por toda a sua extensão.

Outra variedade desta planta é conhecida como Espada de Santa Bárbara que possui folhagens semelhantes à anterior, mas diferenciando-se apenas na borda por ser de cor amarela em toda a extensão das suas folhas.

Por fim, existe uma terceira variedade chamada Lança de São Jorge. Esta tem uma aparência um pouco diferente das anteriores. As suas folhagens são fechadas, apresentando características de uma lança devido ao seu formato cilíndrico.

 

Espada de São Jorge - Aprenda a cuidar e a manter esta planta protectora

 

Condições de crescimento

Luz – Embora sejam muito resistentes, a Espada de São Jorge prefere a luz brilhante com algum sol. De qualquer forma, estas plantas também se aguentam bem em ambientes à sombra.

Água: Deixe que o solo tenha a oportunidade de secar entre as regas. Nos meses de inverno somente devem ser regadas mensalmente, ou sempre que o solo estiver seco ao toque. 

Temperatura: Apesar de serem bastante resistentes, estas plantas preferem o calor e começarão a mostrar sinais de fraqueza se expostas a temperaturas abaixo dos 10ºC.

Solo: Dão-se bem em solos arenosos e bem drenados.

Fertilizante: Pode usar um fertilizante caseiro próprio para cactos ou suculentas uma vez por ano. Não aplique o fertilizante durante o inverno.

 

Espada de São Jorge - Aprenda a cuidar e a manter esta planta protectora

 

Propagação

A propagação desta planta é feita por divisão.

Aproveite para fazer a propagação desta planta quando a mesma já estiver a necessitar de um vaso maior e a apresentar o nascimento de novos brotos. Estes brotos emergem do solo como se fossem picos e podem ser separados facilmente da planta mãe sem necessitar de cortes.

 

 

Contra-indicações

Esta planta é extremamente tóxica por isso deverá ter especial cuidado com crianças pequenas e animais de estimação.

Em caso de envenenamento os sinais visíveis são: respiração, salivação excessiva e dificuldade nos movimentos.

 

Se gosta de plantas fáceis de cuidar e que atraem sorte, leia também:

Planta de Jade

 

Espada de São Jorge - Aprenda a cuidar e a manter esta planta protectora

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.