Hotel de Insectos - um elemento a considerar na horta biológica

Um hotel de insectos não é mais que um canto preparado para acolher variadas famílias de insectos benéficos, os quais poderão aumentar a biodiversidade da sua horta e equilibrar o ecossistema – evitando deste modo o flagelo das “pragas” da agricultura convencional. Potenciais pragas existirão sempre, mas estando estas comunidades controladas por predadores naturais nunca chegam a representar um perigo para a produção alimentar biológica.

 

Hotel de Insectos - um elemento a considerar na horta biológica

 

Aquilo que se designa normalmente por pestes ou pragas são no fundo desequilíbrios causados por más práticas agrícolas e falta de entendimento do ecossistema natural. A natureza trabalha em biodiversidade, “colocando” diversos elementos da fauna e flora nativas em cooperação. É nesta complexidade de relações entre todos os elementos vivos que surge o equilíbrio natural, do qual a cadeia alimentar representa um permanente ajuste das diferentes comunidades que compõem esse mesmo ecossistema.

 

Quando trabalhamos em monocultura extensiva e eliminamos o equilíbrio da biodiversidade, acabamos por fomentar comunidades especificas de insectos que vão representar uma potencial praga. O Hotel de Insectos é um excelente aliado da sua horta!

 

Hotel de Insectos - um elemento a considerar na horta biológica

 

Somado a elementos como um pequeno lago, canteiros de plantas benéficas e praticar a consociação de espécies – numa estrutura de camas ou camalhões agrícolas com uma cobertura de solo – dificilmente terá pragas ou pestes na sua horta uma vez que todos estes elementos e técnicas promovem a biodiversidade e o solo vivo – e estas equilibram o ecossistema e as diversas famílias de animais presentes num jardim comestível.

 

Alguns princípios do hotel para insectos:

  • Usar materiais isolantes naturais – para protecção térmica. Canas, ramos, madeiras (não tratadas), restos de troncos, tijolos velhos, etc
  • Os orifícios dos abrigos devem ter diâmetros entre os 4 e os 12 milímetros
  • O Hotel deve ter entre 10 a 20 centímetros de profundidade
  • Colocar o abrigo a uma altura entre os 90cm e 1,5m, num local protegido do vento, geada e chuva; idealmente virado a sul e com boa exposição solar.

Os diversos abrigos que compõe o hotel não surgem por acaso. Cada um atrai comunidades específicas de insectos que servirão para controlo biológico e polinização.

 

Hotel de Insectos

 

  1. Apropriado para a bicha-cadela ou bicha-tesoura, que adora comer pulgões.
  2. Apropriado para crisopas e joaninhas, insectos predadores de pulgões, ácaros, tripes, mosca branca, ovos de insetos, lagartas, minadores, psilídeos, cochonilhas, pequenas mariposas e lagartas, e larvas de besouros.
  3. Apropriado para sírfidios, ávidos predadores de  afídios, tripes e outros insectos que parasitam e sugam a seiva das plantas.
  4. Apropriado para a extensa família dos Coleópteros, nomeadamente os carabídeos, que pregam muitos insectos incluindo lesmas e caracóis.

 

Saiba mais sobre insectos auxiliares AQUI

 

Hotel de Insectos - um elemento a considerar na horta biológica

Save

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.