Blog

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

em Jardim/Horta
Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

As suculentas são as plantinhas da moda que vieram para ficar. Mas exigem alguns cuidados simples para prosperarem!

Resolvemos então preparar um guia para quem tem uma tara por suculentas tão grande como a nossa!

Sabia que todos os cactos são suculentas mas que nem todas as suculentas são cactos? Estes 2 tipos de plantas pertencem à mesma família mas a grande diferença é que os cactos geralmente não têm folhas, armazenam água no seu caule rechonchudo, apresentam espinhos e têm uma maior diversidade de tamanhos (que podem variar entre os 2cm e os 15 metros de altura). As suculentas são originárias das regiões desérticas de África e da América. São plantas bastante resistentes, gostam de ambientes secos e ensolarados e quase todas produzem flores.

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

Como as suculentas necessitam de pouca água são ideais como plantas de interior.

Sabia que o nome “suculenta” vem da capacidade de absorver e armazenar água nas folhas, caules, troncos e raízes?

Guia de suculentas

1. Certifique-se que as suas suculentas apanham luz suficiente

Nunca se esqueçam que as suculentas adoram luz e precisam de umas 6 horas de sol por dia (dependendo do tipo de suculenta, claro).

Se não tiver um quintal e tiver as suculentas dentro de casa coloque-as próximo de janelas. Evitem divisões interiores que não apanhem luz.

No caso de suculentas recém-plantadas não as devem expôr sob a luz directa do sol pois podem acabar por morrer. A exposição deve ser feita gradualmente.

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

2. Troque as suculentas de sítio com frequência

Manter as suas suculentas sempre no mesmo sítio pode fazer com que só uma parte da planta receba luz suficiente.

Portanto, sempre que se lembre, gire os vasos das suas suculentas. As plantas normalmente inclinam-se em direcção de onde vem a luz – esta também é uma forma de as manter direitas.

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

3. Faça regas de acordo com a estação

As folhas das suculentas como são carnudas armazenam água no seu interior, tornando-as resistentes à secas.

Por isso, não há uma regra específica para as regas das suculentas. As regas dependem do clima da região onde vive, da quantidade de luz que costumam apanhar e do vaso onde estão plantadas.

Tal como nós, as suculentas necessitam de mais energia durante a primavera e o verão que é quando estão activas e no período de crescimento.

Uma forma de saber se as suas suculentas necessitam ser regadas é testar a terra com um dedo. Espetem o dedo na terra (1,5cm) – se a terra estiver seca devem fazer uma pequena rega.

Durante os meses frios as suculentas entram num período de dormência e só necessitam de ser regadas 1 a 2 vezes por mês. Coloque pouca quantidade de água em cada rega.

Lembre-se que o excesso de água pode matar a sua suculenta. Portanto é importante que deixe o solo secar entre regas.

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

4. Terra adequada

A maioria dessas plantas é originária de zonas desérticas e semi-desérticas portanto é natural que gostem de solos bem drenados e com uma alta concentração de areia.

A melhor terra para as suculentas é uma mistura de areia, terra e pequenos seixos.

Misturem 2 partes de terra adubada para 2 partes de areia e alguns seixos para haver drenagem e arejamento suficiente.

O solo deve ser solto e leve.

Dica: Não utilizem areia da praia pois tem uma concentração muito alta de sal e pode danificar a planta.

As raízes das suculentas são muito frágeis portanto deve ter um especial cuidado quando as estiver a transplantar. Leia também:

Coloquem pedrinhas ou seixos a cobrir a terra para manter a humidade e evitar que esta fique compactada.

5. Regar directamente o solo

Quando regar as suas suculentas regue directamente a terra até que a água escorra pelos orifícios de drenagem do vaso. (Se o seu vaso não tiver furos, use menos água).

Evite molhar as folhas e não utilize borrifadores ou frascos de spray para evitar o aparecimento de fungos.

Também pode optar por fazer uma rega inversa – colocar o vaso da suculenta dentro de um recipiente com água e retirá-lo assim que a superfície da terra estiver húmida.

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

6. Mantenha as suculentas limpas

A sujidade proveniente de pó ou poeira nas suas folhas podem inibir o seu crescimento.

Limpe as folhas delicadamente com um pano húmido. Também pode usar um pincel de cerdas macias para alcançar os locais de difícil acesso.

Não se esqueça de retire as folhas envelhecidas. Nos locais mais difíceis utilize uma pinça.

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

7. Opte por vasos com furos

As suculentas não gostam de solos alagados portanto uma boa drenagem é importante para evitar que comecem a apodrecer.

O vaso que escolher deve ter pelo menos um orifício para permitir que o excesso de água escorra. Use vasos de barro pois são óptimos para iniciantes.

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

8. Adubos e fertilizantes

O melhor fertilizante que pode dar às suas suculentas é húmus de minhoca pois assegura a saúde das suculentas. Por isso toca a utilizar o compostor!

Se preferirem, nas lojas agrícolas e centros de jardinagem existem fertilizantes específicos para cactos e suculentas.

A fertilização é deve ser feita na primavera / verão ou então de 4 em 4 meses.

Podem utilizar adubos de borras de café, cascas de banana, cascas de alho e cebola, etc. Leiam também:

Adubo orgânico feito de borras de café

Adubo caseiro feito de carvão

9. Pragas

Quem tem suculentas dentro de casa raramente sofre o ataque de pragas.

Mas por vezes as plantas podem começar a ser atacadas por insectos devido ao solo demasiado húmido e com uma drenagem desadequada.

Spray repelente de ovos e das larvas

Num frasco de spray coloque álcool isopropílico 70% e aplique direcamente na terra.

Calda de sabão contra pulgões e cochonilhas

  • 1 colher de detergente líquido biológico para lavar loiça
  • 1 litro de água

Mexa bem a mistura. Molhe um cotonete na mistura e esfregue-o na zona onde se encontram os parasitas.

Também pode usar a mistura num frasco borrifador. Borrife a suculenta de 2 em 2 dias, até eliminar o problema.

Caso seja necessário, volte a repetir o tratamento após uma semana da última aplicação.

Leia também:

Guia para aprender a cuidar correctamente das suas suculentas!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *