Blog

Herbicida natural de vinagre

em Jardim/Horta

Herbicida natural de vinagre

Num jardim, numa horta ou numa quinta existem muitas zonas de convívio, trabalho e passagem onde crescem persistentemente as chamadas “ervas daninhas“.

Muitas vezes é apetecível recorrer a herbicidas químicos para manter estes locais limpos, no entanto os mesmos infiltram-se e prejudicam o solo e até caudais de água subterrâneos.

Recorrendo ao vinagre pode evitar a utilização destes produtos e obter os mesmos resultados.

Herbicida natural de vinagre

Herbicida natural de vinagre

  • 5L de vinagre de vinho branco
  • 2L de água
  • 100 a 200 ml de detergente da loiça (biológico)
  • 1 colher de sobremesa de sal grosso

Misture os ingredientes e pulverize as plantas, caminhos ou locais que pretende eliminar. Escolha um dia de sol com pouca humidade e sem chuva, de modo a que obtenha a máxima eficiência.

No caso de adquirir ácido acético pode diluir 1 litro com (até) 10 litros de água.

Se necessário passe uma segunda vez, passados uns dias.

Leia também:

Evite o crescimento de “ervas daninhas” com estes tratamentos totalmente naturais

Herbicida natural de vinagre

Save

Save

44 Comments
  1. Neusa Della Monica 12 Março, 2015 at 21:37 Responder

    Muito bom amei

    • A Senhora do Monte 19 Março, 2015 at 17:59 Responder

      Obrigada 🙂 Continue a acompanhar A Senhora do Monte 🙂

    • Como obetanho o vinagre industrial? Será muito caro? Obrigado

      • Ácido Acético existe disponível, a preço acessível – recomendamos para quantidades grandes. Para pequenas aplicações pode procurar pela marca Biorg – um herbicida biológico baseado nesta receita e que já se encontra à venda no mercado (embalagens de 1 e 5 Litros).

  2. gostei da dica vou experimentar. Obrigado

  3. Elisabete vilardouro 11 Abril, 2015 at 10:01 Responder

    Gostei

  4. Maria José Andrade 3 Setembro, 2015 at 10:04 Responder

    Adoro trabalhar a terra.Gostei das dicas que li.
    Obrigada

  5. Gosto muito do vosso site e gostei particularmente desta dica. Só uma curiosidade qual a finalidade do detergente da loiça?
    Obrigado

    • A Senhora do Monte 6 Março, 2016 at 17:23 Responder

      O detergente ajuda o vinagre a ficar “colado” às folhas e aumenta, deste modo, a sua eficácia! 🙂 Obrigado!

  6. Este herbicida da para utilizar nós hortícolas que transplanta-mos? Ou vai danificalos ?

  7. Este herbicida e fantástico mas será que faz mal as arvores de fruto?

    • A Senhora do Monte 23 Abril, 2016 at 18:58 Responder

      Se aplicar na árvore vai secar a mesma, se aplicar no chão em seu redor não haverá nenhum problema. Contudo não se recomenda a aplicação constante claro, experimente uma sementeira de leguminosas ou um donut de mulching em redor do tronco – com a largura da copa da mesma. Obrigado por nos acompanhar! 🙂

  8. Olá, serve para matar o mato que cresce na calçada, se borrifar perde a eficácia? É preciso jogar uma grande quantidade entre as fendas da calçada ou borrifando com bomba de veneno funciona?
    Obrigado.

    • A Senhora do Monte 25 Abril, 2016 at 17:20 Responder

      Basta borrifar com a receita recomendada e verificar o efeito passados 3 dias. Obrigado por nos acompanhar! 🙂

  9. Gostei da dica, mas usar detergente de louça não contaminaria o solo? Se ele serve pra “colar” o vinagre nas folhas, seu uso pode ser dispensado?
    Obrigado.

    • A Senhora do Monte 20 Maio, 2016 at 9:01 Responder

      Olá Eduardo. Antes de mais obrigada pelo seu comentário.
      Repare que no artigo referimos o uso de detergente de loiça biológico. Poderá encontrar este tipo de detergentes na maioria dos hipermercados.

      Já conhece a nossa nova página de Pinterest?
      https://pt.pinterest.com/asenhoradomonte/

      Muito obrigado por nos acompanhar 😀

  10. Durante o último mês não pude ir à minha horta e com toda a chuva que houve cresceram imensas ervas daninhas entre as alfaces, couves, ervilhas, pimentos, etc… estão mesmo muito fortes. Posso utilizar este herbicida caseiro no chão ao redor de cada legume (sem lhe tocar diretamente)?

    • A Senhora do Monte 16 Maio, 2016 at 18:51 Responder

      Sim, não terá qualquer problema em usar o herbicida na horta, note apenas que se borrifar os vegetais eles secarão. No caso das daninhas, deverá mondar de seguida para garantir que não rebentam novamente. Bom trabalho!

  11. Boa noite eu gasto anualmente cerca de 400 litros de herbicida a base de glifosato, nos aplicamos os herbicidas em ruas, parques e passeios, gostava que me ajudasse na melhor solução, aplicar este herbicida caseiro tudo bem mas em grandes quantidades pode ser mais complicado, por exemplo para 500 litros de água quais as quantidades de sal e vinagre a aplicar, obrigado pela atenção prestada

    • A Senhora do Monte 24 Maio, 2016 at 14:30 Responder

      Boa tarde! O ideal será utilizar ácido acético (mais concentrado e forte) e diluir 10Litros para 100Litros de Água, acrescentar 4 kgs de sal e 2L de detergente (biológico). O seu efeito não é tão potente, mas a inexistência de riscos para a saúde torna-o a escolha certa. Também existem soluções já usadas por alguns municípios como água a ferver (máquinas próprias para queimar erva), além das tradicionais roçadeiras.

      • o ácido acético não é prejudicial à saúde?

        • A Senhora do Monte 29 Julho, 2016 at 19:10 Responder

          O ácido acético é vinagre, mais concentrado. Não deve ser consumido neste grau de pureza, mas comparativamente às soluções convencionais trata-se de uma opção muito mais segura! 🙂

  12. Bom dia,
    Posso aplicar o herbicida e no mesmo dia ou no dia a seguir plantar por exemplo alho porro ?

    • A Senhora do Monte 24 Maio, 2016 at 13:51 Responder

      Este herbicida não provocará qualquer contaminação no vegetal ou planta que introduzir na terra. Note porém que o seu uso pode prejudicar a qualidade do solo, no médio/longo prazo – não recomendamos fazer de forma continua em zonas de produção! 🙂

  13. Flavio Pereira Duda 29 Junho, 2016 at 23:34 Responder

    Gostaria de saber se posso aplicar este herbicida caseiro em substituição aos herbicidas industriais para manutenção de pastagens. Atualmente utilizo o Tucson, mas além de ser caro, traz um prejuízo enorme ao solo além de poder contaminar o lençol freático. Caso este não sirva, existe alguma outra solução caseira?

    Obrigado.

    • A Senhora do Monte 1 Julho, 2016 at 10:51 Responder

      Bom dia! Este herbicida substitui os químicos convencionais com resultados impressionantes. Faça um teste e verifique. Mas no médio/longo prazo, apesar de seguro, claro que pode levar a prejudicar a qualidade do solo. No caso de pastagens talvez fosse mais relevante estudar e experimentar novas técnicas que permitam melhores resultados (sistema agro-florestal, por exemplo). Obrigado!

  14. Boa noite, porque aqui no Brasil são 18.35 da noite de 5ª feira dia 04 de Agosto de 2016. Eu estou com vontade de fazer uma briga grande com todas as fábricas de pesticidas, inseticidas, fungicidas, herbicidas, etc. porque estão acabando com nossas abelhas melíferas, com as borboletas e todos os outros insetos que vão até às flores se alimentar do néctar, como os beija-flores. Eu sei que a briga é de uma pulga perante um elefante e eu sou a pulga, mas alguém tem que denunciar e estou recolhendo matérias para colocar no meu facebook e divulgar as matanças. Se você puder me ajudar com alguma matéria desde já agradeço. Um abraço deste brasileiro que quer fazer algo.

    • A Senhora do Monte 11 Agosto, 2016 at 13:36 Responder

      Bom dia! No Brasil recomendamos que pesquise sobre Agricultura Sintrópica – que está neste momento em forte expansão e é um sistema agro-florestal biológico com resultados impressionantes. Também tem muitos projectos relacionados com Permacultura que recomendamos, são ambas escolas de práticas biológicas com muitos fundamentos e certamente o poderão ajudar com conteúdos. Infelizmente estamos perante um elefante, sim, mas uma pulga determinada (ou um conjunto delas) podem fazer a diferença! A melhor coisa que podemos fazer é dar o exemplo tanto cultivando como consumindo produtos de origem biológica de projectos que usem boas-práticas. Obrigado por nos acompanhar! 🙂

  15. Boa noite
    Gostaria de saber que quantidade de sal e detergente hei-de usar para 1 litro de ácido acético a 80% para misturar em 16 litros de água.
    obrigado pela vossa atênção.

    • A Senhora do Monte 11 Agosto, 2016 at 13:33 Responder

      Bom dia! Experimente com 600ml de detergente biológico, que deverá ser suficiente (em média deverá ser 50ml por cada Litro de mistura, mas também depende do detergente escolhido). De sal, recomendamos duas colheres de sobremesa, deverão ser mais que suficientes. Tome nota da mistura e depois acerte conforme resultados – pode diminuir a diluição em água para aumentar a eficácia. Obrigado! 🙂

  16. Bom dia
    Gostaria de saber que quantidades de sal e detergente a usar em 10 litros de ácido acético a 80%
    e se depois de misturado posso guardar por quanto tempo.
    Obrigado pela vossa atênção.
    com os melhores cumprimentos. Paulo Afonso

    • A Senhora do Monte 11 Agosto, 2016 at 13:30 Responder

      Usando ácido acético pode pôr até 10/16Litros de água por cada litro de ácido, e 50ml de detergente (biológico) por cada litro. O detergente apenas serve para que a mistura se “agarre” às plantas, também pode depender do detergente que escolher. Tome nota da mistura e verifique a eficácia – dependendo das plantas em questão pode depois diminuir a diluição de água, se necessário. Em termos de armazenamento não temos dados, recomendamos proceder à mistura apenas no momento ou nos dias anteriores à aplicação. O ácido em si deve durar muito tempo (temos uma embalagem de ácido acético comercial que nem validade tem, por exemplo). Boas experiências!

  17. Bom dia, para queimar videiras de uva do produtor ou algo deste genero que se espalham de uma forma selvagem tambem da?! Ha algo mais recomendado?! Obrigado

    • Plantas como videiras têm raízes muito fundas, vão sempre rebentar novamente. A melhor opção é arrancar as raízes das mesmas – recorrendo a máquinas se necessário. Obrigado por nos acompanhar! 🙂

  18. Gostaria de saber se poço usar no meu granado não mata a grana

    • Este herbicida vai fazer um efeito similar ao round-up convencional, não sendo no entanto tão poderoso e duradouro quanto o químico industrial. As plantas sobre a qual usar o herbicida de vinagre vão certamente secar e morrer, o que não implica que consiga matar a raíz e a planta não volte a nascer. Obrigado por nos acompanhar! 🙂

  19. Bom dia! tenho um terreno infestado de silvas e canas ( com 2.00m de altura).
    Gostaria de saber o que devo aplicar para eliminar as silvas e canas, e qual a melhor altura ( do ano) para aplicar o produto.
    grato pela vossa atenção !
    José Costa

    • Boa noite! Na situação que descreve o ideal será começar com uma limpeza de todo o terreno (silvas), para melhor identificar as raízes. Quando estas rebentarem novamente devem manualmente cavar e retirar o máximo de raíz. Repetindo a operação deve conseguir eliminar as mesmas numa questão de 3 anos. Quanto às canas, são consideradas invasoras (não nativas) e de difícil controlo. A melhor opção (recomendada pelo ICNF) é cortar e pincelar com round-up convencional o topo das mesmas (a planta vai absorver o round-up e morrer), para não usar químico a única opção viável é mesmo a remoção manual das raízes – um trabalho algo moroso mas definitivo. O caso das canas acaba por ser o pior, mas em ambos os casos o herbicida de vinagre será claramente insuficiente, infelizmente. 🙁

  20. Boa noite, estou muito entusiasmado com este processo de herbicida de vinagre vou testar o mais rápido possível.
    Mas trabalho com grandes áreas como eu vou produzir este vinagre dentro das fazendas?

    • O ideal será a utilização de castas de vinhas apropriadas para produzir o vinagre mais ácido possível, conseguindo deste modo o produto mais eficiente. Também pode comprar ácido acético (o ácido do vinagre concentrado) para total eficácia – ou congelar o vinagre sendo a parte que não congela este ácido puro. Claro que a eficácia na erradicação de pragas não se compara ao convencional round-up, mas apenas quando não somamos na equação o impacto ambiental e na saúde humana. Para grandes fazendas deve ser explorado o tema agro-florestal (agricultura sintrópica é um bom exemplo), os prados de cobertura permanente e a plantação de hortícolas em camalhões permanentes. Esperamos que sejam boas sugestões! Obrigado por nos acompanhar! 🙂

  21. Fernando Guariento 25 Junho, 2017 at 18:48 Responder

    muito bom obrigado!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *