Narcisos - Uma planta cheia de propriedades medicinais!

Esta planta é conhecida medicinalmente desde a antiguidade e tem o seu nome associado a vários mitos e lendas.

Os narcisos pertencem à família das Amaryllidaceae.

Os narcisos têm flores extremamente perfumadas e atinge uma altura de 20 a 40 cm. O caule inclina-se antes da flor, pendendo de forma a que a flor esteja virada para baixo em vez de para cima.

A sua folhagem verde começa a aparecer no final do mês de Abril mas só floresce nos finais do inverno e no princípio da primavera. Os narcisos são frequentemente encontrados em solos húmidos e até mesmo perto de charcos ou lagoas.

Esta planta perene é considerada uma das mais belas espécies bulbosas que produzem flores de inúmeros formatos e combinações de cores.

Quando plantada em canteiros dão um ar campestre ao local.

Na Índia, o seu óleo é aplicado no corpo antes da oração nos templos. Os árabes usam o seu óleo como cura da calvície e como afrodisíaco. Já os romanos usavam as flores de narciso (Narcissum rom) para produzir perfumes.

 

Narcisos - Uma planta cheia de propriedades medicinais!

 

Lenda do narciso

Segundo a lenda greco-romana, o jovem Narciso, convencido da sua beleza não dava atenção às ninfas que o admiravam. Por este motivo, a ninfa Echo, irritada com sua frieza, foi desaparecendo aos poucos até que somente a sua voz era perceptível.

Os deuses, irritados, condenaram Narciso a apaixonar-se pelo seu próprio reflexo nas águas de um lago.

Este acabou por morrer, admirando a sua beleza, e transformou-se em flor.

 

Narcisos

Os narcisos gostam de climas frios e podem ser plantados tanto no jardim como em vasos.

 

Cultivo

O cultivo de narcisos não requer cuidados especiais. Os bulbos podem ser plantados em qualquer altura do ano, em local definitivo ou, de preferência, quando o bulbo começar a brotar – isto ocorre normalmente com a aproximação do frio do inverno.

Gostam de solos drenados e ricos em matéria orgânica, apesar de se darem bem em qualquer tipo de solo. Os seus bulbos devem ser enterrados entre 6 a 15 cm de profundidade e à distância de 10 a 15 cm entre eles.

Não se esqueça que os bolbos devem estar plantados com a ponta virada para cima.

Plantio em vasos

Os bulbos devem ser plantados num vaso com uma profundidade 3 vezes o tamanho do bulbo. O vaso deve ter uma de 12 cm.

Caso plante mais de um bulbo mantenha um espaçamento de 10 cm entre eles. Coloque pedras no fundo do vaso

O vaso deve ser mantido num local bem iluminado mas com luz indirecta.

 

Narcisos - Uma planta cheia de propriedades medicinais!

 

Luz

A luminosidade ideal é a indirecta bem abundante, no entanto, pode aceitar tanto a penumbra como o sol directo dependendo das condições climáticas da região.

Regas

As regas devem ser moderadas caso contrário poderá conduzir à podridão do bulbo.

Fertilizante

Após o plantio e assim que começar a floração espalhe um fertilizante à base de fósforo e potássio. É recomendado o uso de farinha de ossos.

 

Florescimento

As variedades adaptadas ao clima sub-tropical têm uma floração cacheada branca e amarela com o centro da flor em tom a contrastar com as pétalas. Florescem no final do inverno e inícios da primavera. Cerca de 30 dias depois iniciam o processo de dormência que vai durar até ao início do próximo ano.

 

Cuidados com os bulbos

Os bulbos devem ser manipulados durante a época da sua dormência e nunca durante o crescimento e floração.

O narciso produz bulbos “filhos” e no final da floração pode separá-los e plantá-los novamente.

Os bulbos podem ser retirados do solo, armazenados em local fresco e seco enquanto se aguarda o início do processo de brotação. Também é possível deixar o bulbo dormente no solo (este não morrerá) excepto se eventualmente ocorrer algum ataque de lagartas. Estas irão destruir o bulbo por completo.

 

Narcisos - Uma planta cheia de propriedades medicinais!

Indicações e propriedades terapêuticas dos narcisos

  • febre intermitente
  • diarreia
  • desinteria
  • contracções musculares
  • reumatismo
  • histeria
  • epilepsia
  • sedativa
  • afrodisíaca
  • anti-espasmódica
  • laxante
  • emética – provoca o vómito
  • narcótica – adormece e reduz ou elimina a sensibilidade

 

Uso interno:

Tintura dos bulbos por maceração em álcool a 98 %. Tomar de 1 a 10 gotas por dia.

 

Contra-indicações:

  • Todos os narcisos são venenosos quando ingeridos. O narciso dos poetas é mais perigoso que as outras variedades. O seu aroma é forte o suficiente para causar dores de cabeça e vómitos se o mantiver numa sala fechada.
  • Extremamente tóxico e narcótico.
  • A inalação do óleo essencial em excesso pode causar vómitos e dores de cabeça.
  • Não consumir nem aplicar tópicamente pode causar dermatites, irritações de contato.
  • O uso interno desmesurado causa catarse e inflamação gastrointestinal, podendo levar à morte.

Narcisos - Uma planta cheia de propriedades medicinais!

 

Se gostou deste artigo, leia também:

Plantas tradicionais dos jardins portugueses

Aprenda a plantar cravinas

Aprenda a plantar peónias

Aprenda a plantar e a cuidar de peónias

Aprenda a plantar e a cuidar de sardinheiras

 

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.