Blog

Como fazer fertilizante de algas apanhadas na praia

em Jardim/Horta
Como fazer fertilizante de algas apanhadas na praia

As algas contêm 10 vezes mais minerais que as plantas terrestres sendo particularmente ricas em iodo e cálcio (nomeadamente iodo, ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, selénio e manganês).

Antigamente, antes do uso intensivo que agora se faz dos adubos químicos, a fertilização dos terrenos agrícolas era conseguida através de produtos do mar como o sargaço e o pilado. Leia também:

Conforme as algas se dissolvem no solo, estas estimulam os microorganismos cujas actividades ajudam a converter os nutrientes indisponíveis em formas que as plantas podem usar.

O fertilizante de algas é rico em citocininas e contém imensos micronutrientes importantes para o solo e para a saúde das plantas. Também aumenta a produção de clorofila e actua como estimulante de crescimento das plantas bem como das suas raízes.

Por isso, quando vir algas na praia, toca a apanhar algumas para trazer para casa e fazer um belo fertilizante para as suas plantas!

É muito importante apanhar apenas as algas marinhas que vieram dar à costa e não ir arrancá-las das rochas.

Como fazer fertilizante de algas apanhadas na praia

Existem algas verdes, castanhas, vermelhas e todas possuem diferentes nutrientes. Portanto tente apanhar algas de cores diferentes.

As algas podem ser enterradas directamente no solo, mas atenção que só poderá começar a plantar nesse local depois de alguns meses de fortes chuvadas – a chuva irá ajudar a remover o excesso de sal.

Benefícios do fertilizante de algas

  • adiciona matéria orgânica no solo;
  • melhora a porosidade do solo;
  • aumenta a retenção de água no solo;
  • aumenta a oferta de oxigénio na rizosfera;
  • liberta substâncias que promovem o crescimento vegetal;
  • aumenta a disponibilidade de fosfatos para as plantas;
  • controla a acidez do solo;
  • previne o crescimento de ervas daninhas.
Como fazer fertilizante de algas apanhadas na praia

Fertilizante de algas caseiro

Depois das algas apanhadas passe-as bem por água corrente para as lavar.

Encha um balde com as algas e junte-lhes água até que estas fiquem completamente cobertas. Deixe uma pequena margem até à boca do balde para poder ir mexendo.

Feche o balde.

Mexa a mistura de 2 em 2 dias. Ao final de um mês o fertilizante estará pronto e a cheirar bastante mal – daí necessitar de um balde com tampa!

Coe a mistura para utilizar como concentrado de fertilizante. Pode reutilizar as mesmas algas algumas vezes, portanto basta voltar a encher o balde com água e seguir os passos seguintes novamente.

Para preparar o fertilizante dilua o concentrado na proporção de 5 partes de água para uma parte de concentrado. Pode diluir ainda mais caso a cor do concentrado for muito escura.

O fertilizante está pronto para ser utilizado na rega das suas plantas.

Também usar um pouco deste fertilizante num frasco de spray para borrifar as folhas das suas plantas. Este processo deve ser feito de manhã bem cedo ou ao final da tarde.

Como fazer fertilizante de algas apanhadas na praia

Outra opção:

Depois das algas apanhadas passe-as bem por água corrente para as lavar. Coloque as algas a secar ao sol, no forno ou num desidratador.

Depois das algas secas volte a lavá-las muito bem para retirar os restos de sal.

Num liquidificador junte as algumas algas e água – não há uma quantidade específica para este passo, basta fazer “a olho”. Triture muito bem até formar uma pasta liquefeita.

Num balde, junte a pasta a 3 L de água e deixe em repouso durante, pelo menos, 10 a 15 horas. Quanto mais tempo deixar a mistura em repouso mais minerais irão passar para a água.

Coe a mistura com um coador ou com a ajuda de um pano fino.

Este extracto deve ser diluído em água em partes iguais. Junte a mesma quantidade de água que a quantidade de extracto que obteve, por ex: 1L de água para 1L de extracto.

E o seu fertilizante de algas repleto de nutrientes está pronto a usar!

Este fertilizante pode ser utilizado tanto em plantas de interior, de exterior, vegetais, etc.

Em Portugal as algas, com a excepção dos Açores, não fazem parte da nossa gastronomia tradicional.

Da mesma forma que consumimos vegetais provenientes de terra também podemos consumir certos vegetais provenientes do mar.

Da mesma forma que consumimos vegetais provenientes de terra também podemos consumir certos vegetais provenientes do mar. Leia também:

Se tiver uma horta ou um jardim, leia também este nosso artigo:

Dicas e ideias geniais que vai querer fazer no seu jardim

25 Dicas e ideias geniais que vai querer fazer no seu jardim

Se gostou deste artigo não se esqueça de o partilhar com os seus amigos e familiares.

Como fazer fertilizante de algas apanhadas na praia

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *