Benefícios das algas

Já comeu algas marinhas? Para além de permitirem uma alimentação variada também trazem imensos benefícios para a sua saúde.

As algas marinhas são muito utilizadas na cozinha oriental mas cada vez mais começam a estar na moda na alimentação ocidental.

Em Portugal as algas, com a excepção dos Açores, não fazem parte da nossa gastronomia tradicional.

Os benefícios das algas são mais que muitos!!!

Finalmente foi-lhes conferido o devido reconhecimento por se tratarem de alimento extremamente nutritivos. As algas possuem altos níveis de iodo, cálcio, minerais e fibras – por isso deve incluir este alimento na sua dieta diária.

 

Da mesma forma que consumimos vegetais provenientes de terra também podemos consumir certos vegetais provenientes do mar.

 

Tal como os vegetais provenientes de terra existe uma grande variedade de algas com diferentes, texturas e sabores. Como têm um baixo teor em gorduras e calorias: não engordam!!

As algas marinhas crescem em água salgada e, tal como as plantas terrestres, necessitam de luz solar para crescer. Contêm vitaminas A, B12, C e E, cálcio, ferro, iodo e aminoácidos semelhantes às leguminosas secas e aos ovos.

Estes alimentos ancestrais são os excepcionais para equilibrar as carências dos maus hábitos alimentares actuais.

Estas verduras do mar podem ser consumidas crúas em saladas, guizadas, cozidas na sopa ou no arroz, fritas em omeletes e pataniscas, etc. É uma questão de imaginação!

 

Já ouviu falar em “apanha do sargaço“? A apanha do sargaço é uma actividade secular que consiste na apanha de algas do mar para fertilizar os campos agrícolas.

Saiba mais aqui

 

Benefícios das algas

 

Uma das características que distinguem as algas são as suas cores:

Chlorophyta e Streptophyta – algas verdes, ex: Codium tomentosum

Phaeophyceae – algas castanhas, ex: Bifurcaria bifurcata, Fucus vesiculosus popularmente conhecida por Bodelha

Rhodophyta – algas vermelhas, ex: Nori-selvagem (consumida tradicionalmente nos Açores – conhecida popularmente como erva do calhau ou erva patinha)

A melhor época para apanhar algas é na Primavera e no Verão, em dias de lua cheia e lua nova, altura em que atingem um maior desenvolvimento. Os locais para apanhar algas devem ter o mínimo de poluição possível longe de zonas industriais e saídas de esgotos.

As algas não devem ser arrancadas, mas sim cortadas. Se cortar somente as suas pontas as algas voltarão a crescer!

As algas devem ser postas a secar ao sol, no forno ou num desidratador. Por fim, devem ser guardadas dentro de um frasco de vidro, hermeticamente fechado, para não entrar humidade.

 

Brevemente iremos publicar alguns artigos que explicam como poderá reconhecer certas algas e algumas receitas que poderá confeccionar com este super alimento!

 

Omelete de algas

 

Benefícios das algas

  • propriedades anti-inflamatórias (as algas castanhas contêm um carboidrato específico anti-inflamatório chamado de fucoidan)
  • propriedades antioxidantes
  • propriedades rejuvenescedoras
  • propriedades energizantes
  • propriedades anti-hemorrágicas
  • fonte de multivitaminas (A, C, D, B9, B12, E) em quantidades significativas
  • são ricas em fibras tanto como uma couve e mais do que uma alface
  • contêm mais cálcio que o leite de vaca e mais ferro que as lentilhas – possuem até 10 vezes mais minerais que os vegetais terrestres (nomeadamente iodo,  ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, selénio e manganês
  • são ricas em proteínas que contêm todos os aminoácidos essenciais (equiparadas às qualidades do ovo)
  • combatem as dores de cabeça
  • promovem a saúde da tiróide (devido às altas concentrações de iodo)
  • reduzir as rugas e a flacidez da pele
  • estimulam o crescimento capilar
  • combatem a celulite
  • ajudam a emagrecer
  • desintoxicam o organismo
  • combatem a anemia e as carências alimentares
  • fortalecem os vasos sanguíneos
  • eliminam o mau colesterol
  • previnem o aparecimento de doenças cardiovasculares
  • previnem e combatem problemas cancerígenos
  • melhoram as funções cerebrais – ajudam na concentração e previnem doenças degenerativas
  • melhoram o funcionamento gastro-intestinal (combatem problemas de azia, gastrites, úlceras, etc, devido à presença de vitamina K)

 

Contra-indicações:

Apesar das algas serem consideradas alimentos seguros para a nossa saúde, algumas variedades contêm elevados níveis de sódio, iodo e metais pesados, Por este motivo devem ser utilizadas com precaução.

 

Se gostou deste artigo sobre os benefícios das algas, leia também os benefícios deste super alimento: Os poderes do gengibre!

Se se interessa por plantas comestíveis, leia também:

Verduras selvagens comestíveis

Flores comestíveis

 

Benefícios das algas

 

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.