Propriedades e indicações terapêuticas - Cevada

A cevada tem o nome científico Hordeum vulgare.

É originária da Etiópia e do Sudeste Asiático, onde tem sido cultivada há mais de 10 mil anos.

 

As antigas civilizações usavam este cereal como alimento para humanos e animais e para produzir bebidas alcoólicas – o primeiro vinho de cevada foi produzido na Babilónia no ano 2800 a.C.

A água de cevada desde a antiguidade que tem sido utilizada para diversos fins medicinais.

Na Grécia antiga a cevada era considerada como um cereal básico no fabrico de pão e era um alimento importante para os atletas que atribuíam a grande parte da sua força a uma alimentação rica em cevada. Os gladiadores eram conhecidos como hordearii – que significa “comedores de cevada”.

 

Cevada

 

Este cereal também foi venerado na antiga China como um símbolo de virilidade devido às suas espigas serem pesadas e conterem numerosas sementes.

Como o trigo era muito caro e pouco abundante na Idade Média, muitos europeus faziam o pão com uma mistutra de cevada e centeio.

Já no século XVI os espanhóis introduziram a cevada na América do Sul, e os colonizadores holandeses e ingleses do século XVII levaram-na para os Estados Unidos.

Actualmente os maiores produtores comerciais deste cereal são a Rússia, a França, os Estados Unidos, o Canadá, Espanha e a Alemanha.

 

 

Benefícios da cevada

 

Conservação: Deve ser guardada em recipientes de vidro, esterilizados, hermeticamente fechados num local fresco e seco. Também ser conservada no frigorífico durante o tempo quente.

 

Propriedades e indicações terapêuticas

  • rica em fósforo, selénio, cobre, manganês e fibras;
  • combate a obstipação;
  • alivia a impotência e a fraqueza sexual;
  • prevenção de cálculos biliares;
  • desenvolve e conserva os tecidos;
  • previne o aparecimento de doenças cardiovasculares;
  • anti-cancerígena (cancro de mama);
  • diurética;
  • controle de hormonas;
  • conferem elasticidade e hidratação à pele e aos cabelos, etc.

 

Uso Interno:

  • Digestão – Ferva 150g de cevada num litro e meio de água durante 10 minutos. Quanto atingir a fervura, retire do lume e deixe em repouso durante alguns minutos. Acrescente uns pingos de limão e açúcar mascavado para adoçar.

 

Contra-Indicações:

A cevada contem glúten na sua composição logo não deve ser consumida por celíacos.

Save

Save

Save

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.