COMO CONSTRUIR UMA ESPIRAL DE ERVAS AROMÁTICAS

Existe um interesse geral em espirais de ervas. É certo que estas serão uma excelente decoração para o seu jardim. Mas a razão de ser das espirais é muito mais que um mero motivo decorativo.

Basicamente a ideia das espirais é plantar com sucesso o maior número de plantas diferentes numa área pequena, havendo assim um maior aproveitamento de espaço. O formato, em si, da espiral, cria variadas condições climáticas que favorecem cada uma das plantas no seu posicionamento, uma vez que a espiral tem uma posição específica a colocar, conforme até o hemisfério em que está a ser construída.

Mas existem variados erros comuns na sua construção como: as dimensões da espiral (a altura, principalmente); o sentido da espiral e o posicionamento das plantas.

O monte em que a espiral é construída gera diferentes condições ao nível do solo daí  o posicionamento e a escolha das plantas ser muito importante:

  • as plantas soalheiras devem ficar na zona mais exposta a sul
  • as plantas que não gostam tanto de exposição solar deverão ficar na zona mais exposta a norte.

Também há quem faça um pequeno lago no final da ponta inferior da espiral o que se torna excelente para criar um ambiente mais húmido e permite o surgimento de animais benéficos para as suas plantas.

Construção da Espiral:

  1. Escolher uma zona solarenga do seu jardim que tenha cerca de 2metros de comprimento e largura;
  2. Comece por amontoar as pedras fazendo os muros da espiral;
  3. Preencha o interior desses muros com gravilha, pedras, etc;
  4. Perfaça o restante do interior com terra compostada.

Atenção:

Recomendamos que a espiral tenha 1,5metros de altura e 2metros de diâmetro.

No final, a superfície visível onde as plantas serão colocadas não deverá ter mais que um palmo de solo – terra compostada.

No hemisfério norte, a espiral deverá ser construída na direcção dos ponteiros do relógio; no hemisfério sul deverá ser construída no sentido contrário.

Este é um modelo base que deve ter em consideração mas deverá ter a sensibilidade de adaptação em cada caso concreto.

Dicas:

Antes de começar a construção da espiral ponha um tubo ligado à água que entre por baixo da espiral e termine no seu topo com um aspersor. Rega eficiente e automatica.

Entre as plantas poderá acrescentar alguns vegetais;

  • Cenoura – Cebolinho, Salva, Alecrim
  • Rabanetes – Hortelã Pimenta, Coentros
  • Alface – Coentros
  • Alho – Alecrim

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.