Blog

Rabanadas à moda do Minho

em Sabores 29 Dezembro, 2012

Receita de rabanadas

As rabanadas são fatias de pão de trigo (pão de forma ou cacete) que depois de molhadas em leite, vinho (no Minho usa-se vinho verde tinto ou branco) ou calda de açúcar é passada por ovos e frita.

 

Estas fatias de pão servem-se polvilhadas com açúcar de canela, regadas com calda de açúcar ou xarope de bordo ou mel.

Existem múltiplas variantes  de receitas. Umas substituem o vinho pelo leite, outras prescindem da água molhando as rabanadas só com mel quente. Pode ser impregue casca de limão ou de laranja para aromatizar o leite e como toque final um pouco de açúcar de canela ou cravo da índia.

Este doce faz parte das mesas durante a consoada, sendo tradição em Portugal.

Antigamente a palavra “rabanada” era somente utilizada a norte do rio Mondego pois ao mesmo doce atribuía-se, a partir da margem sul do referido rio, o nome de “fatia dourada” ou “fatia de parida“.

 

Guimarães - Minho

 

Dizia-se que as rabanadas eram o prato indicado para recuperação depois de um parto. A associação das rabanadas à Quaresma deve-se, talvez, à necessidade  de aproveitar o pão.

 

Ingredientes

  • 2 cacetes próprios para rabanadas
  • óleo
  • 6 ovos
  • 1/2L de leite
  • Açúcar areado com canela (4 partes de açúcar para 1 parte e meia de canela em pó)
  • 350g açúcar
  • 3dl de água
  • casca de uma laranja
  • meio cálice de vinho do Porto doce

 

Receita de rabanadas

 

O pão deve ser comprado com dois dias de antecedência.

Corte as fatias obliquamente, para que estas fiquem mais compridas e com a espessura de um dedo.

Coloque as fatias num tabuleiro e regue-as com leite frio de forma a que estas fiquem bem molhadas.

Bata os ovos e guarde-os num pratos de sopa.

Pegue nas fatias, esprema-as um pouco com as palmas das mãos, e passe-as nos ovos batidos. De seguida frite-as em óleo bem quente. Vá virando as fatias para que estas fiquem aloiradas de ambos os lados.

Depois de fritas, escorra-as e polvilhe-as bem com a mistura do açúcar com a canela.

Podem ser acompanhadas com o seguinte molho: Misture as 350g de açúcar com a água e a casca da laranja, leve ao lume e deixe ferver durante uns 3min. Junte o vinho do Porto. Quando levantar fervura retire do lume. Deve ser servido frio.

 

Se gostou desta receita, leia também:

Aprenda a receita de sonhos de abóbora

Aprenda a receita e a tradição associada às filhoses de natal

Conheça os pratos típicos de Natal de cada região portuguesa

História e receita do Bolo Rei

 

Sobre A Senhora do Monte
Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *