Já provou medronhos? Saiba mais sobre este fruto!

O medronheiro (Arbutus unedo) pertence à família Ericaceae , é uma arvore frutífera e ornamental e o seu fruto é o medronho.

Estes são bastante apreciados sobretudo no sul de Portugal, onde são usados na produção de licores e aguardentes destiladas do tipo licor de medronho.

Os frutos também podem ser consumidos frescos ou em derivados como compotas e geléias.

Esta planta é nativa da região mediterrânica e Europa ocidental. Em Portugal pode ser encontrada por todo o país, mas a sua maior concentração ocorre nas serras de Monchique e do Caldeirão.

As plantações de medronho sobrevivem em zonas de elevado declive onde dificilmente outras culturas sobrevivem.

 

As folhas do medronheiro são diuréticas e o fruto possui propriedades anti-sépticas das vias urinárias – combate cálculos renais, cistites e disenterias.

Medronheiro

Aguardente de medronho

Este tipo de aguardente é o ex-libris dos destilados do Algarve. Pensa-se que esta começou a ser produzida de forma artesanal, para fins medicinais, pelos Árabes em Monchique – por volta do séc X.

 

Aguardente de medronho

 

Actualmente os frutos são colhidos pelos agricultores locais e processados por particulares. Muito poucos agricultores têm uma licença para destilação, mas são toleradas para que essa especialidade portuguesa se mantenha viva.

 

Lenda do Diabo e do medronheiro

O Diabo julgava-se inteligente e andava sempre à espreita a ver se apanhava alguém distraído para pregar as suas partidas.

Certo dia foi ter com Deus, contando que este estivesse distraído, e fez-lhe o seguinte pedido:

“Ó Senhor, vós que possuis tantas árvores oferecei-me duas – o medronheiro e a laranjeira.”

Deus respondeu:

“Pede as árvores quando não tiverem nem flor nem fruto.”

Mas como as laranjeiras e o medronheiro têm sempre flor ou fruto, secalhar até as duas coisas ao mesmo tempo, o Diabo desistiu e nunca mais pode voltar a falar nessas duas árvores.

 

Medronhos

 

Tratamentos caseiros

Cálculos urinários – Faça uma infusão de 20gr de folhas de medronheiro para um litro de água. Deixe repousar durante 10 minutos.

Beba uma chávena 3 vezes por dia durante três semanas.

Este tratamento deve ser feito várias vezes ao longo do ano.

 

Diarreia – Faça uma decocção de 40gr das folhas de medronheiro num litro de água. Deixe ferver durante 10 minutos. A seguir,  filtre, adoce e beba.

Este tratamento deve ser feito durante 2 dias.

 

Arteriosclerose – Maceração de 40gr das raízes secas cortadas em pequenos pedaços, num litro de água. Ferva em lume brando até que se evaporem dois terços do líquido. Deixar repousar e filtre só no momento de beber.

Beba uma chávena em jejum durante três dias.

 

Compota de medronho

Ingredientes

  • 1kg de medronhos
  • 750gr de açúcar
  • 1 pau de canela ou1 vagem de baunilha

 

Compota de medronho

 

Comece por lavar muito bem os medronhos.
A seguir, coloque todos os ingredientes num tacho e deixe a cozer durante 45 minutos.
Retire o pau de canela (ou a vagem de baunilha) e, com uma varinha mágica, triture tudo muito bem.
Por fim é só levar novamente ao lume até atingir o ponto espanada (mais ou menos 3minutos).
Guarde a compota dentro de frascos de vidro, previamente esterilizados, enquanto esta estiver quente.
Depois distribuimos a compota por frasquinhos ou tigelas de vidro enquanto ainda estiver quente.

Fermento de medronho

Este é um método tradicional da serra algarvia para fermentar a farinha de trigo e fazer pão.
Antigamente o fermento era feito com medronhos da seguinte maneira:
  • Colher o fruto, guardar em recipientes de barro e adicionar água.
  • Após 2 ou 3 dias começa a fermentação. Filtre o líquido e adicione a uma pequena porção de farinha para fazer o fermento a usar no dia seguinte para a produção do pão.
  • Para uso fora da época corte os medronhos e coloque-os a secar ao sol, sobre uma peneira (rede fina), durante vários dias.
  • Podem ser usados medronhos congelados – quando forem necessários, 4 dias antes,  adiciona-se  água em pequena quantidade para iniciar a fermentação dos frutos.

Para fermentar o medronho: junte 20g de medronhos a 40ml de água e deixe fermentar.

No dia anterior ao fabrico do pão junte 20 ml da água do fermentado de medronho a 50g de farinha para fazer o fermento para o pão.

As etapas seguintes são as mesmas que se usam no fabrico do pão.

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.