Propriedades e indicações terapêuticas - Maçã

A maçã é o fruto da macieira, árvore da família Rosaceae. Esta árvore é originária da Ásia Ocidental, onde o seu ancestral selvagem, Malus sieversii, ainda é encontrado actualmente.

Há milhares de anos que as maçãs têm sido cultivadas na Europa e na Ásia, tendo sido levadas para a América do Norte pelos colonizadores europeus. Daí existirem mais de 7 500 espécies e variedades de maçãs. Esta fruta deliciosa e saudável pode adquirir a cor verde ou vermelha.

 

Sabia que as maçãs não florescem em áreas tropicais? As macieiras costumam encontrar-se em climas temperados e subtropicais pois necessitam de um número considerável de horas de frio (variável consoante a variedade cultivada).  Por esta razão, a maçã sempre foi uma importante fonte alimentar em regiões de clima frio.

 

 

Propriedades e indicações terapêuticas - Maçã

 

De todas as frutas, à excepção dos citrinos, esta é a que pode ser conservada durante mais tempo. Deste modo, poderiam comercializar-se durante mais tempo sem perder as suas propriedades.

Leia também: Armazenamento e conservação de frutos e vegetais

 

As maçãs, ao longo da história, tiveram sempre um papel de destaque e altíssimo simbolismo:

Na bíblia sagrada, a descrição do pecado original quando Adão e Eva comem a “fruto proibido” (maçã).

Outro momento revolucionário da história da humanidade foi a queda de uma maçã na cabeça do físico Isaac Newton, enquanto este descansava à sombra de uma macieira. Newton meditava sobre o porquê desta fruta cair, e posteriormente acaba por desenvolver a Lei da Gravitação Universal e as chamadas 3 Leis de Newton.

 

A maçã madura contém: vitaminas B, C, PP, cálcio, ferro, fósforo, potássio, pectina, glucose, sacarose, albumina, tanino, ácido cítrico e ácido málico.

O seu alto teor em pectina (casca) promove o emagrecimento pois dificulta a absorção da glicose, gorduras, eliminando o colesterol.

O alto teor de potássio (polpa da maçã) faz eliminar o sódio excedente, eliminando o excesso de água retida no nosso corpo.

As maçãs podem ser utilizadas como uma espécie de laxante natural para ajudar na eliminação das fezes. Durante a digestão a maçã absorve a água e durante a sua eliminação acaba por libertar essa água anteriormente absorvida /armazenada, não deixando que as fezes sequem – causando problemas como obstipação e prisão de ventre.

 

Propriedades e indicações terapêuticas - Maçã

 

Uma maçã por dia, dá uma vida sadia

 

Propriedades e indicações terapêuticas

  • rica em vitaminas, sais minerais e fibras
  • pectina – evita a deposição de gorduras na parede arterial prolongando a vida útil do coração
  • anti-inflamatória
  • bactericida
  • emoliente
  • cicatrizante
  • laxante
  • fortalecedora
  • refrescante
  • descongestionante
  • suavizante
  • melhora a respiração
  • combate e retarda o envelhecimento precoce
  • acção adstringente  – auxilia a limpeza da cavidade bucal e faringe
  • desinfectante bucal
  • reguladora do pH
  • problemas circulatórios – ajuda na limpeza do sangue
  • estimula a fechar os poros
  • menopausa
  • diabetes
  • bronquite
  • febre
  • modera o apetite
  • problemas digestivos
  • sistema nervoso
  • rematismo
  • colesterol
  • combate a formação de cálculos renais
  • diarréia
  • colites
  • ajuda a emagrecer
  • combate a fadiga
  • previne o aparecimento de cancro digestivo
  • previne o aparecimento de derrames

 

Leia também: História da sidra e os seus benefícios

Propriedades e indicações terapêuticas - Maçã

 

 

Uso Interno:

Febre: Junte numa panela uma maçã picada, sumo de 1/2 limão com canela e 10g de erva cidreira. Acrescente1/2 litro de água a ferver e 2 colheres de mel. Mexa bem. Beba ao longo do dia.

Bronquites: Ralar uma maçã e misturar com mel e açúcar. Deixar em repouso durante 10 a 12h. Por fim, coar e beber durante o dia.

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.