Propriedades e indicações terapêuticas - Rabanete

O rabanete é um alimento pouco popular, mas com um óptimo sabor e excelente valor nutricional.

O rabanete pertence à família das Brássicas, a mesma dos nabos, couves, agriões, etc.

Esta raíz tuberosa é cultivada na Europa desde a Antiguidade, sendo hoje consumida no mundo inteiro pelo ser sabor refrescante, adocicado e picante.

Os romanos espalharam o cultivo dos rabanetes por toda a Europa, no entanto, são mais apreciado nos países do Extremo Oriente, como o Japão e a Coreia.

 

Sabe-se que os egípcios e babilónios já consumiam rabanetes há mais de 4000 anos atrás.

 

Os rabanetes variam de tamanho e de formato, podendo ser redondos, ovais ou alongados. A sua casca pode variar entre o rosa avermelhado e o branco. Já o seu interior é sempre branco.

Quanto maiores são os rabanetes ou quando são cozidos, menos picante é o seu sabor.

Normalmente são consumidos crús com casca, em saladas. Podem também ser usados em picles ou cozidos.

Os rabanetes são ricos em vitamina C, um antioxidante envolvido na formação de colagéneo, ossos e dentes, glóbulos vermelhos do sangue e na absorção de ferro. Melhoraram também a nossa resistência às infecções.

Devido ao seu alto teor de água, os rabanetes possuem pouquíssimas calorias (cerca de 16 calorias por em cada 100 gramas) logo são ideais para quem quer perder peso.

Quando juntos a cebola e alho, os rabanetes ajudam a inibir as células cancerosas.

Os rabanetes podem ser guardados, num saco de plástico, no frigorífico durante uma semana.

Leia também: Sumo de rabanete – um sumo cheio de benefícios para a sua saúde

 

Propriedades e indicações terapêuticas - Rabanete

 

Propriedades e indicações terapêuticas do rabanete

  • rico em vitamina C
  • rico em fibras
  • enxofre, potássio, cálcio, fósforo e magnésio
  • ácido fólico
  • antibiótica
  • antioxidante
  • antiviral
  • expectorante
  • alcalinizante
  • aperiente
  • calmante
  • mineralizante
  • colagoga
  • diurética
  • digestivas
  • catarro
  • problemas de garganta
  • artrite
  • reumatismo
  • escurbuto
  • contipações
  • tosse
  • sinusite
  • bronquite
  • infecções hepáticas
  • problemas na vesícula biliar
  • problemas do tracto urinário
  • previne o aparecimento de cancro – ajuda a impedir as mutações celulares das células tumorais (chá de sementes de rabanete)

 

Uso Interno

Descongestionante de rabanete: Alivia dores de garganta, abre as fossas nasais e permite a eliminação do muco.

Faça um batido com 3 rabanetes, 1/2 cebola roxa, sumo de metade de um limão, 2 dentes de alho e uma rodela de gengibre. Adoce com mel natural.

Guarde a mistura num frasco esterilizado dentro do frigorífico. Tome 1 a 2 colheres de sopa 2 vezes por dia.

 

Propriedades e indicações terapêuticas - Rabanete

 

Contra-indicações

  • Pessoas que sofram de gastrite ou úlceras gástricas devem evitar o seu consumo;
  • Intolerância a qualquer um dos seus componentes;
  • Em alguns casos pode causar flatulência e indigestão.

 

Escrito por A Senhora do Monte

Uma homenagem ao Portugal das tradições, dos saberes e dos sabores.