Blog

Saiba quais são os benefícios do consumo de urtigas

em Medicina Natural
Saiba quais são os benefícios do consumo de urtigas

As urtigas são muito ricas em vitamina A, B e E, enzimas, proteínas e em minerais como o cálcio, o ferro, o magnésio, o fósforo e o silício.

Sabia que contêm 3 vezes mais vitamina C do que os brócolos?

Todas as partes da planta possuem propriedades medicinais, desde a raíz, caule, folhas, flores e sementes. Enquanto os antigos egípcios usavam-na para tratar artrites e dores lombares, os romanos esfregavam-se nelas para se manterem aquecidos.

Pelo seu alto teor em nutrientes actualmente é utilizada em diversos tratamentos de saúde, tanto internamente como exteriormente.

Colheita

A melhor época para colher folhas frescas de urtiga é precisamente antes que as flores se desenvolvam na Primavera e no início do Verão. Depois da planta florescer as folhas tornam-se mais duras e não tão boas para consumo. Quando consumidas nesta altura podem irritar o tracto urinário de algumas pessoas.

Colher apenas as folhas demora imenso tempo. Por isso opte por cortar os caules 5 cm acima do solo. Se cortar um pouco acima da zona do caule onde novas folhas opostas estão a nascer irá estimular o seu crescimento.

As sementes são a parte mais nutritiva da urtiga. Deve ter-se o cuidado de colhê-las das plantas fêmeas e não de machos. As sementes surgem no final do Verão ao início do Outono.

As raízes normalmente colhem-se no Outono ou início da Primavera. Possui propriedades medicinais diferentes das folhas.

Use luvas sempre que manusear a planta. Sacuda bem os caules para evitar trazer insectos para dentro de casa.

Retire as folhas do caule e lave-as numa taça com água.

Se não as quiser utilizar de imediato armazene-as da mesma forma que faz com a alface ou os espinafres. Não se esqueça que continua a ter de utilizar luvas sempre que as manusear.

As folhas só deixarão de picar assim que aplicar calor às folhas, ou seja, depois de as cozinhar, fritar, cozer, etc. Depois que as suas minúsculas agulhas forem esmagadas ou tratadas com calor deixarão de picar. Como alternativa, pode deixá-las secar ou desidratar para se livrar da sua capacidade de picar.

Saiba quais são os benefícios do consumo de urtigas

Armazenamento

Como já referimos anteriormente, as melhores folhas de urtiga são as jovens que crescem no início da Primavera.

Escalde-as em água com sal ou coza-as a vapor. A seguir, pode congelá-las. Podem ser usadas em purés, omeletes, molhos e sopas. Leia também:

Benefícios das urtigas

Ossos e dentes saudáveis

A urtiga é extremamente rica em minerais orgânicos, como cálcio e magnésio, importantes para os ossos e dentes. Além disso, nosso corpo pode absorvê-los facilmente, ao contrário dos suplementos de cálcio. Leia também:

Combate a queda e estimula o crescimento do cabelo

As folhas das urtigas contêm sílica e enxofre o que torna o cabelo mais brilhante e saudável.

O chá de urtigas aplicado no cabelo fortalece o couro cabeludo na medida em que melhora a circulação sanguínea que é essencial para que as raízes do cabelo recebam nutrientes suficientes. Se está a sofrer queda de cabelo (alopecia), leia também:

Ajuda no tratamento de queimaduras / queimaduras solares

As urtigas possuem propriedades cicatrizantes o seu extrato é bastante eficaz no tratamento de queimaduras.

Em caso de queimadura, leia também:

Alivia dores nas articulações

Quando esta planta é aplicada na pele (em forma de óleo ou pomada) ajuda combate e alivia inflamações como dermatites, psoríase, artrites, etc.

Alivia os primeiros sinais de febre dos fenos

As urtigas possuem propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar em caso de alergias sazonais, como a febre dos fenos. Estudos demonstraram que as urtigas, ao bloquearem os receptores de histamina, impedem que as células do sistema imunológico libertem substâncias químicas que desencadeiam os sintomas de alergia.

Pode ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue

A urtiga contém compostos que podem imitar os efeitos da insulina.

Se gosta de soluções naturais com urtigas, leia também:

Saiba quais são os benefícios do consumo de urtigas

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *